Antena CB no Barra Móvel Carro e outros

O presente artigo vem compilar os melhores locais e melhores sistemas comparados para instalar antenas de CB no seu veículo automóvel. Iremos contemplar instalações em carros, camiões, caravanas e até motociclos ou bicicletas comparando entre as várias soluções e resultados. Também será abortada a instalação de CB em Barcos.

Primeiramente há que fazer a diferença entre dois tipos de instalação, a instalação em suporte e a instalação em base magnética.  No primeiro caso existe um plano terra diretamente efetivado através de uma ligação da malha do cabo ao chassis do veiculo ou seja pela condutividade do metal à massa (negativo) da bateria.

O que é o Plano terra?

Um plano terra para uma antena de rádio CB é a superfície metálica necessária abaixo da antena. Em aplicações móveis, a carroceria/estrutura do veículo atua como plano de terra. Este plano é necessário para compensar a metade da antena que não existe, os radiais de uma tradicional antena de telhado.

O Plano Terra é necessário para qualquer antena CB funcionar, sem ele a antena não transmitirá muito bem e sua leitura de SWR provavelmente será muito alta.

 

1. Base Magnética

Começando pela instalação de antena com base magnética, esta é a mais comum pela sua simplicidade de instalação no entanto o seu desempenho não se compara a uma instalação de suporte com ligação ao plano terra. Colando o suporte magnético magneticamente num painel de teto de aço (ou tampa do porta-malas), mesmo que a pintura do carro seja um isolante perfeito, a 27 MHz ou superior, há bastante acoplamento de capacitância. É por isso que em alguns casos se faz uma ligação dessa base magnética ao chassis do carro para garantir um plano terra muito mais eficiente. Não é realmente possível ou prático ter esse plano terra, sem fazer um furo no chão através da pintura do seu veículo.

No entanto não vamos contemplar essa solução porque então estaríamos a comparar entre duas soluções praticamente idênticas. A vantagem da instalação de base magnética é a facilidade de instalação o que não implica nenhum alteração no veículo. Mas pressupõe sempre que temos um veículo com um tejadilho de metal, caso contrário não só a antena não cola, por ser magnética como o plano de terra não funciona.

Para instalar basta comprar a base magnética com cabo incorporado, como neste exemplo, colá-la no tejadilho e passar o cabo para dentro pela ranhura da bagageira ou de alguma porta. Aconselha-se passar o cabo pela bagageira porque na porta poderá estar sujeita a mais dobras, enquanto que no primeiro caso costuma ser mais fácil colar o cabo pela referida fresta. Sobre o local onde deve ser colocada a antena consulte mais abaixo com as diferentes irradiações consoante a instalação em tejadilho, capô, à frente ou atrás.

É por isso que a instalação de base magnética não é viável para motociclos, barcos (por serem de fibra de vidro) ou veículos cujo o tejadilho não seja em metal. Nesses casos é sempre melhor usar uma antena montada em suporte aterrada da melhor forma, ou no caso de um barco uma antena completa sem radiais (meia onda).

Sobre o cabo usado neste suportes magnéticos quase é o cabo mais grosso RG58 por comparação ao mais usado fino nas instalações de suporte.

2. Antena em suporte

A antena em suporte implica uma instalação mais complexa, sendo a solução perfeita ser instalada através de um furo direto no tejadilho de metal. Mas tal não é viável nem desejável por ser difícil e pouco prático. Nestas antenas de suporte iremos falar primeiramente de instalações me veículos automóveis. No carro de um comum carro ou camião a antena é instalada num suporte que se encontra ligado ao chassis. Esse suporte implica mais trabalho na instalação e tem consequências consoante o local onde é instalado.

Portanto, a parte mais relevante e que diferencia da instalação em base magnética, é a existência de um plano terra forte mediante a ligação do suporte, ou seja da malha (parte exterior do cabo) ao chassis.

No caso dos camiões é comum ver as antenas de CB instaladas na cabine do lado do condutor. Tal deve-se ao facto de ser impraticável estar instalada no reboque, por um lado e para ser o mais próximo do condutor e do rádio a operar. Geralmente a antena mais usada nestas instalações é a Santiago 1200 ou equivalente que tem cerca de dois metros de altura. É de notar que o facto de a antena estar de um dos lado irá irradiar melhor para esse lado por estar um pouco tapada do outro lado, mas nem sempre é assim.

Esta instalação é também a mais adequada para motociclos ou veículos sem tejadilho de metal por ter a ligação terra diretamente ligada ao chassis.

O cabo usado é na maioria das vezes o RG58 por ser mais fácil de passar para dentro do veículo.

Qual o melhor local para instalar a antena no carro?

Consoante o local a antena irá irradiar para diferentes direções por ter o plano terra mais para a frente ou traseira, esquerda ou direita. No ideal a antena deve ser colocada exatamente no centro do carro, não do centro do tejadilho mas sim centro do veículo como um todo.

Barcos

Uma vez que num barco não há chassis de metal, para colocar um rádio CB num barco existem antenas específicas para veículos náuticos que não têm radiais (para fazer o pano terra) por causa do atrito do vento. Essas antenas são desenhadas para fazer o plano terra na parte inferior da antena, à semelhança de um simples dipolo.

Saturno

Experiência em CB e Arduino. Participativo e dedicado.

Deixe uma resposta