O que é a banda de 700 MHz e para que é usada?

A banda de frequência de 700 MHz consiste num espectro de rádio na faixa de 694-790 MHz. Faz parte da banda mais ampla de ultra-alta frequência (UHF), atualmente usada em toda a Europa para transmissão terrestre. A banda UHF compreende a faixa 470-790 MHz e é usada para a transmissão de vários canais de televisão digital terrestre (TDT) e para microfones sem fio em todos os Estados Membros da UE. Tradicionalmente, essa banda tem sido alocada exclusivamente para transmissão na Europa e em África, bem como em muitas outras partes do resto do mundo. Os canais de TV entregues aos cidadãos pela banda UHF estão nos formatos de definição padrão (SD) e de alta definição (HD), e são recebidos em aparelhos de TV em casa por meio de antenas no telhado ou no interior.

Actualmente a banda UHF é usada como um todo para a transmissão da TDT. No futuro, de acordo com a proposta de hoje, será “dividido” em duas partes:

 

  • A parte superior 694-790 MHz (banda de 700 MHz) será usada para serviços de banda larga sem fios;
  • A parte inferior 470-694 MHz (banda sub-700 MHz) estará disponível em primeiro lugar para a distribuição de serviços audiovisuais (como TDT), bem como para equipamentos de áudio sem fio para produção de programas e eventos especiais (abreviado como PMSE). Isso inclui microfones sem fio para performance em palcos e produção de conteúdo em vários locais, como teatros ou locais ao ar livre. Os Estados-Membros também terão flexibilidade para utilizar tecnologías alternativas na faixa inferior a 700 MHz, limitada à transmissão apenas de downlink (ou seja, da rede para terminais de recepção, como televisores ou tablets), a fim de garantir uma utilização eficiente do espectro.

Como isso pode ajudar os consumidores?

Pelas suas qualidades técnicas (amplo alcance territorial, boa penetração em edifícios e outros obstáculos), a faixa de 700 MHz ajudará a atender à crescente demanda dos consumidores por conteúdos audiovisuais e outros serviços de banda larga em redes sem fio. Estima-se que o tráfego sem fio aumente quase 8 vezes até 2020. Com mais espectro para banda larga móvel, os habitantes das áreas rurais beneficiarão de uma cobertura de banda larga mais ampla, tanto em casa quanto em trânsito. Isso ajudará a eliminar a exclusão digital na Europa e a criar um mercado único digital. Ao mesmo tempo, os cidadãos em áreas urbanas terão uma melhor cobertura interna e externa com uma conexão de internet confiável e mais rápida.

Que tecnologias móveis podem ser usadas na banda de 700 MHz? Essa banda vai suportar 5G, a próxima geração de redes de comunicação?

As operadoras móveis que usam a banda de 700 MHz serão capazes de oferecer banda larga de alta velocidade e qualidade (ou seja, sem interrupção do serviço) aos consumidores e cobrir áreas mais amplas. Isso permitirá que a Europa avance e ofereça velocidades de banda larga móvel acima de 100 Mb/s e se equipare às regiões líderes na adoção de banda larga móvel 4G (como a Coreia do Sul ou os EUA).

Assim que os padrões 5G específicos e tecnologia e equipamentos associados estiverem disponíveis (esperado por volta de 2020), as operadoras de telefonia móvel estarão em posição de lançar serviços 5G. Todas as bandas harmonizadas com a UE para banda larga sem fio (ver Figura 1) são potencialmente adequadas para suportar futuros serviços 5G. O espectro total disponível nessas bandas (incluindo a banda de 700 MHz) chega a quase 1100 MHz, colocando a UE numa boa posição para liderar em 5G.

Espectro atribuído em bandas harmonizadas da UE por Estado-Membro

 

A Decisão (UE) 2017/899 do Parlamento Europeu e do Conselho,de 17 de maio de 2017,relativa à utilização da faixa de frequências de 470-790 MHz na União12, determinou que, até 30 de junho de 2020, os Estados-Membros têm de permitir a utilização da faixa das frequências694-790 MHz (designada por “faixa dos 700 MHz”) pelos sistemas terrestres capazes de fornecer serviços de comunicações eletrónicas sem fios em banda larga.

Em Portugal, parte do espectro radioelétrico da faixa dos 700 MHz está, atualmente, a ser utilizado pelaTelevisão Digital Terrestre (TDT) .Atendendo a esta situação e face à necessidade de se libertar esta faixa das atuais utilizações da TDT, migrando-as para a faixa sub-700 MHz,a ANACOM, por Decisão de 27.06.201814, aprovou o Roteiro Nacional para a faixa dos 700 MHz, o qual mereceu despacho de concordância do Secretário de Estado das Infraestruturase,por Decisão de 04.10.201915, aprovou o plano de desenvolvimento e o calendário das alterações da rede TDT (MUX A), a cumprir pela MEO -Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. (MEO) –titular do Direito de Utilização de Frequências do serviço de radiodifusão Televisiva Digital Terrestre

 

Fonte: europa.eu

Anacom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *