Vamos falar de coisas sérias

Hoje vamos deixar as listagens e os Passatempos de lado e falar de algo mais sério.

Já pensou que, em caso de catástrofe, provavelmente nenhum de nós, e os nossos familiares, está verdadeiramente preparado, em termos de comunicações?
Quantos possuem um rádio para comunicar com a família em caso de necessidade, e quantos dos nossos familiares possuem um rádio para comunicar connosco?

Pois é. Provavelmente nenhum de nós, que tanto falamos em prevenção, se lembrou em precaver os familiares com um sistema de rádio, para que possamos comunicar entre nós. Inclusivamente poucos terão um rádio totalmente autónomo já que, em muitos casos, não poderemos contar com as nossas estações fixas, dependentes de electricidade. E mesmo que possuamos um chamado “rádio portátil” será ele o mais indicado para comunicar, ouvir e fazer-se ouvir?

Aqui, e sem querer de modo algum entrar no pormenor das marcas ou mesmo de qual o melhor sistema, iremos apenas questionar quantos de nós realmente estarão preparados. Quantos têm sempre consigo um meio de comunicação portátil e autónomo, seja ele CB, PMR ou outro, cujas famílias possuam o mesmo sistema, proporcionando que possam rapidamente contactar entre si, em caso de necessidade?
Provavelmente ninguém. Nem mesmo nós do Macanudos! Pois é, em casa de ferreiro…

Alguns de nós possuem walkie talkies de CB ou PMR mas a verdade é que não andamos sempre com eles, com as baterias carregadas, com baterias extras e os nossos familiares também não.
Vamos pensar neste assunto muito bem e cada um escolher para si e os seus familiares mais directos, um sistema de comunicações viável e sobretudo, fiável, já que, como é sabido, a rede de telemóveis, telefones, Internet, etc serão as primeiras a falhar, como já aconteceu no passado.
Deixaremos para outro artigo, qual ou quais os melhores sistemas.
Por agora ficamo-nos por este alerta para que pensem bem no assunto e o mais rapidamente possível encontrem uma solução à vossa medida. Nós faremos o mesmo, já que não é só pregar aos peixes e nada fazer.

Pensem bem neste assunto, pois ninguém sabe quando poderemos vir a precisar dele. Esperemos que nunca, mas pode ser já está noite.

Foi por isso que a Futuragora planeou e desenvolveu o Projecto do Boletim Informativo que, como provavelmente já muitos sabem, vai para o ar em canal 3 AM a cada meia hora e, a cada 3 horas vai para o ar o Plano 3-3-3 onde todos podem e devem participar. 

É importante, como não nos cansamos de dizer, participar e treinar neste plano, e estamos sempre abertos a novas ideias e ajuda, por forma a aumentarmos o nosso raio de acção, para o caso de ocorrer uma emergência.

Na hora duma eventual catástrofe, é importante não só ter meios para comunicar com a sua família, mas também para pedir ajuda ou ainda para escutar as notícias, a fim de se inteirar do que se está a passar e o melhor meio para isso, em caso de falha dos noticiários, é mesmo o Canal 3 AM em CB e Canal 3, sem tom, em PMR446, para além das mais diversas redes de emergência rádio existentes.

Pense nisso! Treine! Colabore! Prepare-se! Depende apenas de si estar preparado para qualquer eventualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *